• Fincatch

Conheça banco digital brasileiro que quer revolucionar acesso a contas digitais para imigrantes




Zero burocracia para abrir uma conta em mais de 15 países. Essa é a proposta do Move Pay, novo banco digital voltado para imigrantes, lançado na Irlanda pelo empresário Tiago Mascarenhas, CEO do Grupo SEDA – que inclui agência de intercâmbios no Brasil, uma escola de idiomas em Dublin, capital irlandesa, entre outros negócios. Além de desburocratizar diversos processos, o novo banco permite a criação de uma conta online antes mesmo que os viajantes saiam de suas casas.


Considerado como o primeiro banco digital para imigrantes, o Move Pay foi desenvolvido para ajudar todos aqueles que enfrentam uma dificuldade constante de quem se muda para o exterior: abrir uma conta bancária. “Começar uma vida no exterior não é fácil. Eu mesmo tive essa dor no início da minha jornada na Europa. Por isso, o Move Pay foi pensado para descomplicar esse processo, trazendo diversas facilidades para o dia a dia do expatriado”, compartilha Mascarenhas. O negócio conta ainda com a co-fundação do italiano Lucca Tortato, Eduardo Thieves e do brasileiro Bruno Vecchio, que são ex-intercambistas Na Irlanda .


Disponível em vários países da América Latina, Oriente Médio, Europa e Ásia, os imigrantes podem já chegar em seu destino com uma conta bancária aberta. Para isso, basta preencher um cadastro com nome, endereço do país de naturalidade, e-mail, telefone e número de passaporte. Não há cobrança de nenhuma tarifa ou mesmo a necessidade de um depósito inicial. “Normalmente, os imigrantes precisam de um comprovante de endereço no exterior para conquistar um emprego e, como nosso banco é certificado, simplificamos esse processo”, explica.


Disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana, o grande diferencial do Move Pay está, justamente, nesse processo de autenticação certificado pelo Banco Central da Irlanda. Conta ainda com seguro saúde para trazer mais tranquilidade e praticidade ao imigrar, opção de seguro matrícula para estudantes a um custo mais acessível e transações internacionais para mais de 160 países, com taxas reduzidas e inteligência artificial acoplada em todos os planos.


Com o banco, o expatriado consegue fazer qualquer tipo de movimentação, como receber salário, pagar contas em débito automático, poupar e até fazer remessas de dinheiro para o exterior com taxas mais competitivas. “Nós sabemos muito bem que o começo da vida no exterior não é fácil. Nossa ideia é simplificar a rotina de todas as pessoas que estão partindo para um novo desafio”, destaca.


Experiência não falta. O Grupo SEDA foi fundado em 2009, na Irlanda, por Mascarenhas, e hoje conta com diversos negócios. Além de grande conhecimento do mercado brasileiro e irlandês, a empresa vem firmando parcerias em vários países. No caso do Move Pay, por exemplo, a equipe de tecnologia está dividida entre Espanha e Inglaterra. Operações e jurídico, ficam na Lituânia. O compliance está entre Inglaterra e Irlanda, onde fica a sede.


Boa parte dos negócios do Grupo nascem de um laboratório de empreendedorismo, em Dublin, que incentiva os imigrantes a abrirem seu próprio negócio no país. “Acreditamos que a nossa experiência compartilhada é fundamental para oferecer todo o suporte necessário para quem está começando a vida em um país estrangeiro. Esse é o propósito que nos move”, orgulha-se.


Até o momento, o Move Pay recebeu um investimento de € 50 mil euros. E isso é só o começo. A empresa busca a expansão em vários países, como Espanha, Portugal, Turquia e Índia, além de novos produtos, como conta empresarial, crédito estudantil e crédito para compras com até três meses sem juros. A expectativa é faturar mensalmente € 1 milhão de euros já nos seis primeiros meses de operação.


Com lançamento previsto para agosto, os interessados já podem realizar seu pré-cadastro na plataforma, disponível no link https://movepay.eu/. “Morar no exterior não precisa mais ser sinônimo de complicação financeira. Vamos trabalhar duro para que os imigrantes consigam abrir suas contas sem empecilhos e de forma agilizada, podendo desfrutar de sua experiência sem nenhuma dor de cabeça”, finaliza Mascarenhas.




25 visualizações0 comentário