top of page

Conta Simples aposta em modelos de cartão de crédito concedido e flexível para transformar o acesso de startups ao crédito


conta simples


Conta Simples, plataforma brasileira de gestão de despesas e cartão de crédito corporativo, está lançando uma estratégia de modelo híbrido de crédito para startups, ofertado tanto no formato flexível quanto concedido. O objetivo é justamente adaptar o acesso ao recurso às necessidades específicas de cada negócio.


Espera-se que este plano de ação ajude a fintech a expandir sua base de clientes em mais de 10 vezes dentro dessa categoria. Impulsionada pela recente obtenção da licença de Sociedade de Crédito Direto (SCD), concedida pelo Banco Central, a estratégia pode abrir novas oportunidades de crescimento e suporte para o ecossistema empreendedor do país. 


A empresa tem como objetivo expandir o crédito concedido especialmente às startups, além de proporcionar um ambiente propício para o crescimento e a prosperidade destes negócios. As startups também podem se beneficiar da experiência em gestão oferecida pela plataforma, tendo acesso a ferramentas e suporte especializado para otimizar sua gestão de despesas e promover um desenvolvimento sólido e sustentável. A iniciativa da Conta Simples busca não apenas impulsionar o sucesso individual dessas empresas, mas também contribuir para um ambiente empreendedor mais dinâmico e inovador.


Segundo Taeli Klaumann, CFO da Conta Simples, o lançamento visa proporcionar transparência, simplicidade e agilidade para as operações financeiras. “Ser uma startup significa crescer rapidamente e replanejar constantemente. Por isso, queremos ajudar essas companhias a se concentrarem em seu core business, proporcionando uma gestão eficiente de despesas e o acesso flexível a recursos que atendam suas demandas”, aponta.


Impacto na área financeira em 2024


Em janeiro, a fintech anunciou uma das maiores captações do ano na América Latina, em uma rodada de Série B de US$41,5 milhões de dólares (cerca de R$200 milhões), liderado pela Base10 Partners com contribuições da Valor Capital, Jam Fund, Y Combinator, Big Bets, Broadhaven e DOMO. Com o recente aporte, a Conta Simples planeja ampliar a flexibilidade operacional de seus clientes, além de impulsionar avanços tecnológicos que centralizem as movimentações financeiras das startups em uma única plataforma.


Por ser um empreendimento brasileiro focado em ajudar outros negócios nacionais, junto do acesso facilitado ao crédito, a empresa pretende colocar esse plano de expansão em prática oferecendo uma variedade de recursos que contribuam com negócios nacionais na gestão de despesas. Isso inclui uma gama de ferramentas de acompanhamento e simplificação de processos, como, por exemplo, o reembolso corporativo.


Ainda vale destacar que os projetos da fintech possuem uma visão de longo prazo, prezando por aspectos como saúde financeira, capacidade de repagamento, potencial de inovação, solidez da liderança, dentre outros. “Mais do que estabelecer critérios para a elegibilidade ao crédito, nossa prioridade é apoiar companhias que valorizam um desenvolvimento robusto e o sucesso mútuo, de forma a criar parcerias que sejam capazes de atravessar momentos desafiadores e alcançar novos horizontes de sucesso”, finaliza Taeli.


Para mais informações, basta acessar o site da empresa.

12 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page