top of page

Em alta, exchanges brasileiras impulsionam eficiência e democratizam acesso


exchanges


O mercado de criptomoedas no Brasil está em plena transformação, com exchanges nacionais impulsionando a eficiência e democratizando o acesso aos criptoativos. Antigamente marcado por grandes variações de preços entre corretoras, o setor amadureceu, possibilitando o surgimento de grandes players e um ambiente mais justo e acessível para todos os investidores.


Criptomoedas mais acessíveis e com preços justos para todos: essa é a nova realidade do mercado brasileiro, possibilitada pela ascensão de marketplaces de criptoativos. Anos atrás, era comum encontrar Bitcoin e outros ativos com valores bastante distintos em diferentes corretoras. Essa discrepância gerava oportunidades para especialistas tirarem proveito da arbitragem, mas dificultava o acesso de pessoas comuns ao mercado, que não tinham tempo ou conhecimento para pesquisar as melhores ofertas.


Agora, esse cenário está se transformando, com o mercado se tornando um ambiente mais eficiente, com menores taxas e spreads, caracterizando a comoditização das exchanges de criptomoedas. Marketplaces internacionais como 1Inch e Orca, e nacionais como a Bitypreço, têm desempenhado um papel crucial nesse processo. Essas plataformas agregam preços de diversas corretoras em um só lugar, permitindo que os usuários obtenham sempre o melhor valor para a compra ou venda de suas criptomoedas.


A Bitypreço, em particular, destacou-se pelo seu rápido e substancial crescimento no mercado brasileiro, mantendo a liderança em volume de negociações de Bitcoin há vários anos. A Bitypreço é a plataforma web da Bity, empresa proprietária do Biscoint e do Bitybank.


Segundo o CEO da Bity, Valdiney Pimenta, essas mudanças foram essenciais para o sucesso da empresa: "Entendemos que esse fator é responsável pela grande adesão dos nossos clientes. Quem usa nossa plataforma uma vez não quer mais usar outra porque essa pessoa não precisa mais fazer contas: ela tem a certeza de que está comprando pelo melhor preço disponível no mercado." 


Pimenta também observa que, se o Bitcoin é uma commodity, os compradores buscarão a melhor opção de preço, levando em consideração taxas e todos os outros custos envolvidos. "Ao negociar em uma plataforma que concentra preços de diversas corretoras, possui grande liquidez e oferece taxas baixas, o investidor já elimina muitas variáveis dessa conta", explica.


Assim como outras empresas globais, a Bitypreço também atua como market maker, ou "formador de mercado". Isso significa que ela compra e vende criptomoedas, contribuindo para a estabilidade dos preços e facilitando a realização de negociações pelos investidores. A Bitypreço se destaca como o maior market maker do país, sendo responsável por um grande volume de negociações nacionais e levando liquidez para outras corretoras como Mercado Bitcoin, Foxbit, Bitso e Binance.


Com o mercado cripto avançando e se tornando mais eficiente e democrático, os grandes beneficiados são os investidores brasileiros. Agora, eles têm acesso facilitado a uma nova classe de ativos para compor seus portfólios, com a garantia de preços justos e competitivos. A maior transparência e a redução das barreiras de entrada permitem que um número maior de pessoas participe do mercado, promovendo uma inclusão financeira significativa.

10 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page