• Victor Barboza

O que são NFT's e exemplos de aplicações




Você sabe qual foi considerada a “palavra de 2021”? Poderíamos pensar em palavras como “fintech”, “vacina”, “covid”, “cringe”, “pandemia”, “ômicron”, afinal, todas elas foram muito utilizadas ao longo do ano. Porém, o dicionário Collins escolheu “NFT” como a palavra de 2021.


O que é NFT?


Talvez você nunca tenha ouvido falar em “NFT”, afinal, é uma expressão muito recente. Porém, vá se acostumando, pois, como você verá ainda neste artigo, cada vez mais aplicações surgem relacionadas a ela.


NFT é a sigla para a expressão “non-fungible token”, ou no português, “token não fungível”. Trata-se de uma tecnologia que permite a representação de um item exclusivo, podendo ele ser físico ou digital.


Para entender melhor o que são os NFT’s, é importante entender o que significam “token” e “fungível”. Token é uma expressão que ganhou muito destaque com o surgimento das criptomoedas. As criptomoedas são 100% digitais, diferente do dinheiro “normal”, não existem moedas físicas que representam o Bitcoin, Ethereum e as demais milhares de criptomoedas. Desta forma, o token foi criado para ser a representação digital de um ativo, registrado em uma tecnologia, comumente a Blockchain.


Já os bens fungíveis, como determina o Código Civil Brasileiro, são os bens que podem substituir-se por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade. Por exemplo a nova nota de R$ 200. Ela é fungível pois ela pode ser normalmente substituída por outra nota de R$ 200, duas notas de R$ 100, quatro notas de R$ 50, e por aí vai.


E um NFT acaba sendo o oposto disso. Ele é algo único, que não pode ser substituível. Ele acaba tendo um certificado digital de propriedade, que, por conta da tecnologia, pode confirmar a autenticidade do ativo, e, ninguém pode alterar isto.


O Colecionismo


Umas das melhores formas de entender este movimento que os NFT’s está criando é a partir do colecionismo, que sempre existiu na sociedade moderna.


Quase todo mundo já teve algum tipo de coleção: álbuns de figurinhas, selos, discos de vinil, papel de carta e por aí vai. O passar do tempo e a escassez fazem estes bens ganharem valor com o tempo, sendo responsáveis, em alguns casos, por formarem coleções muito valiosas!


O NTF vem com essa ideia de ser uma coisa única, que se torna cada vez mais valiosa, que pode se tornar algo desejável pela comunidade de colecionadores.

No meio das artes os NFT’s estão tão em alta que já ocupam o primeiro lugar na lista de artes mais influentes do mundo. O ranking, elaborado pela revista ArtEReview, teve o NFT ERC-271 como uma das criações mais poderosas de 2021.


Onde adquirir NFT’s?


Um NFT pode ser comprado em plataformas que funcionam como marketplace destes. A aquisição costuma ser feita a partir de saldos em criptomoedas. São alguns exemplos destas plataformas: OpenSea, Binance NFT, Rarible, Solanart, Foundation, SuperRare, Nifty Gateway e 9block.


O NFT mais valioso do momento é uma obra do artista Beeplem, chamada “Everydays – The First 5000 Days”, que foi adquirida por R$ 315 milhões.


Os NFT’s e o Metaverso


Você se lembra do Second Life? Trata-se de um ambiente virtual e tridimensional que foi criado em 1999, e lançado em 2003, para simular a vida real e social do ser humano através da interação entre avatares. Naquele momento, o Second Life não deslanchou, parecendo estar no “timing” errado. Porém, em 2020, houve uma retomada do projeto, impulsionado pelas novas tecnologias e pelo distanciamento social causado pela pandemia.


Recentemente, o Facebook anunciou sua mudança de nome para Meta. Trata-se de um novo posicionamento da empresa em relação ao metaverso.


O metaverso foi definido pelo próprio Facebook como uma combinação híbrida das experiências sociais online atuais expandindo em três dimensões ou se projetando no mundo físico. Desta forma, com a realidade virtual e aumentada (lembre-se do Pokemon Go!), as pessoas poderão estar onde quiser.


Essa relação entre NFT’s e o Metaverso pode ser vista como a transferência efetiva de recursos entre os dois universos: o real e o virtual. E a ideia é que com a chamada Web3, conhecida como a internet descentralizada, fazer uma união e criar o que o romance “Ready Player One” propõe: um metaverso em que a população mundial vive uma fantasia distópica e passa grande parte da existência em uma rede de realidade virtual, onde tem emprego, lazer e tudo o que é necessário para se desenvolver.


Exemplos envolvendo NFT’s


Confira abaixo uma série de exemplos de NFT’s:


“Bella Chiao” – o hit de La Casa de Papel


Uma das séries mais vistas nos últimos anos foi a série espanhola La Casa de Papel. Mesmo quem não assistiu a série, em algum momento, por conta da mesma, deve ter escutado o hit “Bella Chiao”. Recentemente, o músico Egypcio, ex-integrante da banda Tihuana e atualmente membro da banda Cali, lançou uma versão da música, o clipe e o NFT! Saiba mais neste link.


A foto de US$ 3,6 milhões


O valor não está errado! Dois brasileiros conseguiram vender uma NFT do fotógrafo americano Justin Aversano, por 850 ethereums. A foto faz parte da coleção Twin Flames, uma homenagem ao irmão gêmeo que o fotógrafo perdeu ainda no útero da mãe. Saiba mais neste link.


O Iate superluxuoso do mundo virtual


Outro NFT que teve grande repercussão foi o de um iate luxuoso do jogo The Sandbox. O item foi vendido por mais de R$ 13 milhões no metaverso da Decentraland. Saiba mais neste link.


O NFT do Homem-Aranha


Em breve será lançado mais um filme do Homem-Aranha, que tem causado muita repercussão no universo dos fãs de super-heróis. Pensando nisso, a Sony Pictures, em parceria com a rede de cinemas dos EUA AMC, irá oferecer um NFT para cada pessoa que comprar uma versão especial dos ingressos para o filme. No total, são 86 mil NFT’s. O sucesso é tão grande que a AMC anunciou que a campanha já proporcionou a maior venda de bilheterias da história da rede de cinemas. Confira mais neste link.


NFT’s no futebol


Os torcedores mais apaixonados adoram ter itens raros e colecionáveis de seus times. Agora imagine estes itens serem históricos e autênticos. O Santos está com um projeto de NFT’s, que irá proporcionar aos seus torcedores a possibilidade de adquirir ativos digitais e ter um acervo pessoal de colecionáveis do clube. Confira mais neste link.


Os NFT’s da Adidas


A Adidas também já percebeu a tendência cada vez mais forte pelo Metaverso e pelos NFT’s. Desta forma, a empresa anunciou parcerias para a criação de peças para o Metaverso, negociadas como NFT’s! Confira mais aqui!


Terrenos Virtuais


O The Sandbox é um mundo de jogos online no qual os jogadores podem possuir lotes de terras e diversos objetos, e, através das NFT’s, milhões de “terrenos virtuais” já foram negociados. Confira mais aqui.


O primeiro tweet


Você se lembra o que estava fazendo no dia 21 de março de 2006? Neste dia, Jack Dorsey, fundador do Twitter, estava escreve seu primeiro tweet na plataforma. Um momento marcante, não? E este fato foi visto como uma grande oportunidade por Jack Dorsey, que conseguiu vender o NFT deste tweet por nada mais nada menos do que US$ 3 milhões! Veja mais neste link.


O meme milionário


Você já deve ter visto um meme que tem uma menininha sorrindo em frente a uma casa pegando fogo. A foto deste meme foi transformada em um NFT e este foi vendido por R$ 2,5 milhões! Confira mais aqui.


NFT no Prêmio Multishow


A edição 2021 do Prêmio Multishow ganhou uma novidade: todos os indicados na categoria Experimente disponibilizaram bens digitais exclusivos com o certificado NFT para o público. Confira mais aqui.


Latas de Cervejas com NFT


A Budweiser também está ingressando no universo das NFT’s e do metaverso. A marca quer usar tokens como uma espécie de cartão de entrada para o Budverso, sua própria comunidade dentro do metaverso. Confira mais neste link.

27 visualizações0 comentário