top of page

Primeiro "Fundo 3.0" de criptomoedas do mundo na Genezys


cripto

O denominado Token Fund I, primeiro "Fundo 3.0" de cripto do mundo, chega para revolucionar o mercado de investimentos em criptoativos do país. O Fundo 3.0, é uma nova categoria de investimentos que possui uma estrutura similar à de um fundo tradicional, mas com facilidade de distribuição de dividendos e desbloqueio de liquidez para os investidores, regulado nos moldes da CVM 88.


O lançamento do Token Fund I conta com participação da Nousi Finance, responsável pela consultoria, e que irá recomendar a carteira do portfólio bem como as operações a serem realizadas, Genezys, plataforma de investimentos regulada pela CVM e com a tokenização da oferta, BitGo, maior custodiante de Bitcoin, e Topázio, responsável pelo câmbio dos recursos captados. Toda essa estrutura é para garantir a segurança do produto, que é feito com uma combinação de regulamentação e tecnologia, removendo quase todos os intermediários tradicionais e refletindo em maior lucratividade e eficiência de capital.


“Vemos que o mercado de ativos digitais tem crescido a cada ano no mundo todo. E esse é o motivo dos investidores buscarem ter exposição a essa nova classe de ativo, que historicamente oferece retornos muito maiores que renda fixa e ações, por exemplo. No entanto, como vimos recentemente, com a volatilidade do mercado estando muito elevada, muitos dos investidores se viram entrando no topo do mercado”, analisa Andrey Nousi, da Nousi Finance, que ressalta ser importante uma gestão ativa feita por profissionais, para evitar entrar na euforia e ter mecanismos que ajudem a surfar na alta e proteger na baixa.


Com o Token Fund I, o investidor encontrará grandes diferenças em relação aos fundos de gestão ativa no Brasil. Os tradicionais, em sua maioria, são limitados a somente investidores qualificados (aqueles que possuem mais de R$ 1 milhão investidos, declarando por escrito) em suas ofertas primárias. No Fundo 3.0 não há essa restrição. Além disso, muitos fundos tradicionais não possuem um mercado secundário estruturado.


“Assim, a única maneira para o investidor resgatar seu investimento é diretamente com a gestora e passiva de janelas longas (às vezes D+30, etc). Nesse formato do Fundo 3.0, investidor terá acesso a um mercado subsequente para negociar suas cotas diretamente com outros investidores ativos da plataforma de maneira imediata, o que trará mais liquidez, com toda a regulação da CVM”, explica Nousi.


No Token Fund I os investidores poderão monitorar seus investimentos na seção privada "Meus Investimentos" da plataforma. Nesse espaço, são disponibilizadas todas as informações pertinentes ao investimento efetuado, bem como um chat para interação com outros investidores do mesmo projeto. Além disso, todas as empresas que buscam investimento através da Genezys também se comprometem a fornecer atualizações periódicas, como relatórios e atualizações do valor da cota/token aos seus investidores, onde cada oferta tem uma política específica.

 

Benefícios e regulação


O grande benefício do Token Fund I é trabalhar como um Fundo 3.0. Nesse modelo, ele garante ao investidor maior possibilidade de liquidez, automatização de recebimento de lucros e dividendos, democratizam o acesso a mais pessoas com possibilidade de investimentos menores, reduzem os riscos de uma investida sem a gestão profissional, além de serem isentos da taxação dos fundos tradicionais, os famosos come-cotas.


Pela parte legal e regulamentar, Token Fund I está baseado na resolução 88 da CVM, o que protege o interesse dos investidores e assegura ampla divulgação das informações sobre os emissores e seus valores mobiliários. “Conseguimos ter mais escala do que uma Corretora, e ainda pagar até três vezes mais comissão para os distribuidores das ofertas. O investidor final poderá aumentar sua rentabilidade e pagar menos taxas, com produtos similares aos de uma casa tradicional, mas em uma estrutura nova, esse é o poder dos Fundos 3.0. Não criamos um produto novo, apenas melhoramos o processo com muita tecnologia e regulamentação” explica Richard Warrior, CEO da Genezys.


O Fundo 3.0 também é pioneiro quando o assunto é desenvolver o produto com um “DNA” de TAM (Total Addressable Market, em português Mercado Total Endereçável). “Estamos sendo pioneiros e entrando para competir com grandes players do mercado tradicional que já tem bilhões investidos. Gigantes como JPMorgan, estão em movimentos de tokenizar seus fundos e a Genezys foi a pioneira a desenvolver a tecnologia para tornar isso possível, mostrando como a CVM está à frente da maioria dos reguladores globais no que tange à inovação financeira”, finaliza Nousi.

 

O Token Fund I começa a operar a partir do encerramento bem sucedido da captação e estará disponível para os investidores em Janeiro de 2024 pela plataforma da Genezys.

7 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page