top of page

Transferências Inteligentes: Conheça a nova automação do pix que está chegando


pix


No horizonte financeiro do ano de 2024, uma revolução silenciosa se prepara para entrar em vigor: as transferências inteligentes. Essa nova etapa no panorama dos pagamentos promete trazer uma gestão financeira mais eficiente e automatizada para todos os usuários do sistema bancário, utilizando a tecnologia do Pix como base. Prevista para ser habilitada em todos os bancos a partir do dia 15 de abril, a funcionalidade traz consigo um potencial transformador nas práticas de investimento e no controle de gastos. Em linhas gerais, os bancos têm até dia 29 deste mês para fornecer a possibilidade 


De acordo com Gustavo Bresler, diretor de operações da fintech Iniciador e membro consultivo do Open Finance, as transferências inteligentes representam uma evolução na gestão financeira para Pessoa Físicas (PFs) e Jurídicas (PJs), permitindo movimentações programáveis e automáticas entre contas do mesmo cliente. 

"A tecnologia acontece em cima do trilho de inovações do Open Finance junto ao Pix. Tendo em vista que 75% da população já usa o método de pagamento de instântaneo, o impacto é gigantesco. Pois irá auxiliar na educação financeira, por ser uma forma conveniente e automática de gerir o próprio dinheiro, permitindo-lhes criar regras para separação automática de valores, seja na ocasião de um recebimento, pagamento ou programada periodicamente (diariamente, semanalmente, mensalmente)", pontua.


Ainda segundo o especialista, as transferências inteligentes têm como objetivo ajudar aqueles que não têm o hábito de poupar ou que enfrentam dificuldades de organização financeira, permitindo-lhes criar regras para separação automática de valores, seja diariamente, semanalmente ou mensalmente. Dentre os benefícios e aplicações práticas estão:


  • Proteção ao cheque especial: a funcionalidade pode oferecer proteção automática contra o uso do cheque especial, monitorando o saldo da conta corrente e os lançamentos futuros agendados, transferindo fundos de uma outra conta do cliente em antecipação ou caso o saldo caia abaixo de um limite pré-definido, prevenindo a incidência de juros;

  • Otimização de pagamento de dívidas: automatiza a gestão financeira para priorizar o pagamento de dívidas, direcionando automaticamente fundos excedentes para a amortização de dívidas com taxas de juros mais altas, como financiamentos;

  • Investimentos inteligentes: o cliente poderá separar um valor percentual de todos os seus recebíveis para encaminhar automaticamente para uma conta poupança ou com aplicação automática, incentivando o hábito de poupar com conveniência, através da automação.

Impacto no mercado financeiro


Atualmente, o cheque especial é considerado uma modalidade de crédito com demanda inelástica, o que significa que os bancos têm pouco incentivo para reduzir suas taxas. Diante deste cenário, as transferências inteligentes têm o potencial de criar um ambiente mais competitivo para essa modalidade, oferecendo alternativas mais vantajosas para os consumidores.


De acordo com o Relatório da Economia Bancária mais recente, as operações de cheque especial, cartão de crédito e empréstimos não consignados representaram 55% da receita líquida de juros de crédito PF das instituições financeiras do Brasil em 2022, apesar de representarem apenas 8% do estoque de crédito.  Ainda segundo o levantamento, 78% da participação em cheque especial para PFs e PJs está concentrada entre os cinco grandes bancos brasileiros. 


“Essa concentração da receita em poucos bancos destaca a necessidade de uma mudança no cenário financeiro, e as transferências inteligentes podem ser exatamente o que o mercado precisa, permitindo, inclusive, um cheque especial global para todas as contas, trazendo competitividade para a modalidade”, avalia.


Para entender mais sobre essa inovação e suas implicações, o Iniciador, em parceria com a Let’s Media, lançou o Guia Completo de Transferências Inteligentes, que explora em detalhes essa primeira camada programática do Pix. Essa iniciativa visa educar os consumidores sobre as possibilidades oferecidas por essa tecnologia e como ela pode impactar positivamente suas vidas financeiras.

18 visualizações0 comentário

Commenti


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page