top of page

'Batalha' das contas digitias tem semana agitada




Se voltarmos cerca de 10 anos atrás, nos deparamos com um cenário onde o brasileiro não tinham muitas opções de onde ter uma conta bancária. Naquele momento, mais de 80% das contas e empréstimos estavam concentrados nos 5 maiores bancos do país. Hoje, conforme dito pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a concentração bancária já caiu para a acasa dos 70%.


E o grande motivador para isto ter acontecido foi o fato da tecnologia se unir às finanças, possibilitando o surgimento das fintechs. Neste universo de soluções financeiras digitais, uma das categorias é representada pelas contas digitias, plataformas que oferecem os serviços bancários num formato totalmente virtual.


Percebe-se, cada vez mais, uma grande concorrência se formando nesta categoria. E, frente a essa concorrência, é muito importante que cada solução busque as suas estratégias para captar e fidelizar seus usuários.


C6 Bank e Banco Pan dão importante passo na "nova poupança"


Várias das contas digitais passarama a trazer investimentos de renda fixa com liquidez diária, para que os usuários possam ter seu dinheiro rendendo acima da Caderneta de Poupança e que possam ser resgatados a qualquer momento, em aplicações conservadoras. Recentemente o Nubank anunciou uma mudança no rendimento da sua conta que frustrou vários usuários: o rendimento da NuConta, que era de 100% do CDI diariamente, passou a ter um novo prazo, de 30 dias.


Nesse sentido, o C6 Bank acabou dando um importante passo nesta semana ao aumentar o rendimento do seu CDB de liquidez diária, passando a ser agora de 102% do CDI. Ou seja, além da liquidez diária, ainda tem um retorno um pouco maior do que um de seus principais concorrentes.


Já o Banco Pan também anunciou aumento da sua rentabilidade para o CDB de liquidez diária. Pel menos para os próximos 90 dias, o rendimetno passa a ser de 115% do CDI. Após esse período, o rendimento deve ficar em 103% do CDI.


Nubank e C6 Bank buscando mais proteção para seus usuários


A digitalização traz vários benefícios, porém, também traz consigo vários golpes e fraudes. Pensando nisso, o Nubank anunciou o lançamento do SOS NU, um guia para auxiliar seus clients em casos de golpes e roubos de cartão. Já o C6 Bank, com finalidade similar, lançou o Locais Seguros, uma função do apliativo que vai travar todas as transações financeiras fora de endereços apontados como seguros pelo usuário.


Novo programa do Nubank


Várias das contas digitais oferecem cartões de crédito para seus usuários. E, como uma forma de incentivar o uso destes, também acabam trazendo programas de pontos/recompensas. O Nubank tinha, até então, o Nubank Rewards, um programa de pontos que o usuário que desejasse poderia contratar e ganhar pontos a cada compra com o cartão e estes pontos podiam ser abatidos de gastos da fatura ou convertidos para milhas. Porém, o Rewards não estava aceitando novos usuários há algum tempo. Nesta semana, o Nunbank anunciou um novo programa, o Nunos. Desta ve, trata-se de um programa gratuito no modelo de gamification: o usuário poderá fazer uma série de missões e ir acumulando pontos para ganhar recompensas.


Mercado Pago crescendo mais do que o seu criador


Recentemente o Mercado Pago deixou de ser apenas um aplicativo de pagamentos para se transformar em um banco digital, ja que trouxe novas funcionalidades, comoempréstimose investimentos. O Mercado Pago foi criado pelo Mercado Livre, que anunciou recentemente o lançamento de sua própria criptomorda, a Mercado Coin, que poderá ser utilizada como forma de cashback nas compras no e-commerce. Um dos líderes do grupo Mercado Livre surpreendeu ao dizer, nessa semana, que em breve as receitas do Mercado Pago devem superar as receitas do próprio Mercado Livre.


Conta digital empresarial no 'estilo' Netflix


A semana também trouxe novidades para contas digitais empresariais. No caso, trata-se do Linker, que vai oferecer três planos para seus usuários. Um dos planos, o Go, voltado para negócios em estágios iniciais e para quem quer testar a plataforma, não terá mensalidade e terá cartões sem anuidade, boletos e pix, e os demais serviços serão cobradso conforme usados. Já no plano One, com valor mensal de R$ 34,90, incluirá a emissão de notas fiscais de serviço. E o plano Multi, com mensalidade de R$ 79,90, terão integrações com contabilidade, cartões adicionais e uma integração com o Open Finance.


Quer conhecer mais sobre as diversas contas digitais existentes no Brasil? Acesse o nosso site e confira.

2 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page