top of page

CFO's buscam novas tecnologias para automatizar o trabalho


CFO


Apesar de serem conhecidos como pessoas que têm grande facilidade com números e possuem um raciocínio lógico apurado, os CFOs (diretores financeiros) muitas vezes podem ser vistos como conservadores na hora de utilizar novas tecnologias dentro do ambiente de finanças. Entretanto, com o avanço tecnológico, e o surgimento de uma nova geração de profissionais, o CFOs precisam se adaptar promovendo um ambiente dinâmico, moderno e inovador  usando a tecnologia como catalisador desse movimento transformacional conectando as áreas de Finanças e TI.


Alex Eduardo Pereira, foi executivo de finanças dos maiores bancos do Brasil e agora como COO da BindIntechs, empresa que surgiu de uma fusão da Bindflow e Inntechs, acredita que a junção  entre os  ambientes das finanças, (mais pragmático e burocrático) com o da tecnologia, (mais inovador e disruptivo), proporcionará o surgimento da tão desejada estrutura de Finanças do Futuro. De acordo com sua experiência e vivências de mais de 22 anos nessas áreas, o profissional acredita que os pilares mais afetados positivamente pela tecnologia são  análise e balanço, planejamento tributário, emissão de pareceres contábeis, normas técnicas, orçamento, viabilidade payback dos negocios e produtos ofertados pelas instituições financeiras.


“O crescimento e o avanço da inteligência artificial, podem automatizar o mundo das finanças de forma exponencial. Um exemplo é a análise de balanço e análise da concorrência, pois é possível criar algoritmos, que tragam as modelagens de análises de forma mais ágil e, além disso, podemos criar critérios muito mais assertivos com possibilidade de  explorar todas as variáveis imagináveis. O uso da IA preditiva possibilita a visualização antecipada de alguns cenários que podem afetar diretamente o orçamento e o resultado da organização. Essa transição não é simples, uma vez que a partir do momento que a tecnologia estiver presente no mundo das finanças, os profissionais  precisarão desenvolver a habilidade de dados, tendo um papel cada vez mais estratégico e protagonista ao lado dos CEO’s, possibilitando um direcionamento mais efetivo e assertivo contribuindo para o crescimento da empresa”, explica Alex.

De acordo com dados divulgados pela empresa de consultoria empresarial, McKinsey & Company, 40% dos profissionais de contabilidade também  vão ter mudanças nas suas funções.


“Nas finanças do futuro não veremos apenas  estruturas dedicadas à captura de informações para elaboração  das demonstrações financeiras e  notas explicativas, teremos  também estruturas de analiticys, mineração de dados, gestão de indicadores estratégicos que irão apoiar os CFOs e CEOs na tomada de decisões e alteração da rota caso necessário”, afirma o sócio.


Visando esse momento  transformacional, a BindIntechs,  uniu  a tecnologia de ponta  da Bindflow com o expertise financeiro da Inntech, desenvolvendo a plataforma BindConciliation, que irá revolucionar as interações financeiras e contábeis, automatizando as atividades operacionais e gerando uma experiência única de governança, eficiência e inovação.


Alex explica que a solução proporcionará um ganho significativo de tempo, que será redirecionado para execução de análises mais elaboradas das informações,  gerando novos indicadores e tornando as informações financeiras mais estratégicas para o crescimento das organizações. A plataforma está na fase final de produção e será personalizada de acordo com a necessidade do cliente.


*Em 2024, a BindFlow firmou uma parceria com a Inntechs, empresa com expertise no mundo das finanças, para a execução da plataforma BindConciliation de soluções financeiras e contábeis

7 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page