top of page
  • Foto do escritorFincatch

Blockchain SP: Convenção terá 14 eventos paralelos


blockchain


Após grande sucesso do Blockchain Rio, evento realizado de 1 a 4 de setembro de 2022 que reuniu mais de 400 nomes importantes do cenário blockchain em uma imersão tecnológica e educacional com estrutura de cinco palcos distribuídos pelos 13.500m² dos galpões do Píer Mauá, no Rio de Janeiro, com uma média de 5 mil visitantes por dia, o CEO e idealizador do Blockchain Festival, Francisco Carvalho, decidiu levar o evento para o Campus da USP, a única universidade da América Latina a figurar entre as 100 instituições com maior reputação acadêmica do mundo.


O Blockchain SP Festival acontece entre os dias 20 e 23 de junho, em parceria com o SciBiz, a maior conferência de conexão entre ciência e negócios da América Latina. O evento será um grande hub de negócios, palestras que variam de noções básicas a mergulhos setoriais profundos nas implicações globais dessa tecnologia emergente e painéis, e irá promover inúmeros eventos dedicados à tecnologia, ciência, negócios, educação, inovação e ativos digitais onde grandes empresas, acadêmicos e autoridades se reunirão para vivenciar o futuro das transações - da revolução do Bitcoin ao Real Digital – e compartilhar conhecimento, criar soluções e gerar oportunidades de negócios.

Blockchain SP Festival será um evento do mercado que contará com a presença de lideranças de grandes bancos e empresas multinacionais. Estamos levando o mercado para dentro do universo acadêmico para criar esse cross e discutir temas atuais”, destaca Francisco Carvalho.


Durante os quatro dias de Blockchain SP Festival, os visitantes terão acesso a Painéis com a participação das principais lideranças nacionais e internacionais que irão debater os temas mais relevantes do Brasil e do Mundo; uma Business Fair, com as melhores soluções de produtos, serviços e processos em sustentabilidade selecionadas para apresentarem suas soluções nos corredores do evento em stands; um amplo Showroom de Tecnologias, com a curadoria da coordenação do SciBiz e presença de cientistas brasileiros que irão apresentar suas invenções com potencial de serem transformadas em inovações para o mercado; Desafios, onde empresas de grande porte vão apresentar suas dores e lançar desafios para que startups proponham soluções. As melhores soluções serão premiadas; além do Tech Recruting, uma conexão de profissionais de tecnologia com empresas que buscam preencher seus quadros técnicos.


De acordo com Francisco Carvalho, a primeira edição do evento no Rio de Janeiro foi um estímulo para fomentar o debate e a inclusão de novos adeptos à tecnologia emergente. Agora, ao levar o evento para a capital paulista, o desafio é impulsionar a inovação e os negócios no setor por meio da conexão. “O Blockchain Rio aceitou a missão de falar de blockchain para quem sabe muito do assunto e para quem ainda não sabia tanto e nós conseguimos fazer os dois. O Blockchain SP, com diversos eventos acontecendo simultaneamente, vai proporcionar a geração de negócios e aprendizagem colaborativa, acelerando o desenvolvimento do ecossistema, trazendo o mercado acadêmicos e autoridades em um grande think tank”, destaca. “Acredito que o blockchain, somado a IA e IOT, são a maior oportunidade dessa geração e buscamos facilitar o onboarding de pessoas e empresas, desenvolvendo parcerias com governos, empresas, projetos sociais, institutos, hubs de inovação e universidades”, completa o executivo da Vision Realty, Advisory Board Member Associado ao Crypto Valley, na Suíça, e especialista Blockchain pelo MIT Sloan School of Management, uma das mais famosas faculdades do mundo especializada em negócios localizada em Cambridge, no estado norte-americano de Massachussets.


Eventos paralelos


Entre os eventos paralelos que irão acontecer durante o Blockchain SP estão as trilhas: SciBiz, realizado pela FEA USP, AUSPIN, INOVA USP e FIA - que pretende explorar a interseção entre ciência e negócios, trazendo palestrantes renomados e painéis de discussão sobre as últimas inovações e tendências em tecnologia blockchain, as novas oportunidades de investimento em Cidades Inteligentes e debates sobre a Inteligência Artificial , Amazônia 4.0 e o potencial da Bioeconomia. A 6ª edição do SciBiz acontece nos auditórios dos Centro de Inovação e Centro de Difusão Internacional da Universidade de São Paulo.


Este ano o SciBiz sediará ainda a etapa brasileira do Startup World Cup, uma conferência e competição global que reúne as principais startups, VCs, empreendedores e CEOs de tecnologia de classe mundial. Cada vencedor regional dos mais de 50 eventos realizados na América do Norte, América do Sul, Europa, África, Ásia e Austrália estará classificado para a competição final que acontece no Vale do Silício, em São Francisco, nos EUA, no dia 1º de dezembro de 2023, no Hilton Union Square. O vencedor receberá um prêmio de um milhão de dólares em investimento.


O Ethereum SP, dedicado a apoiar a construção da comunidade brasileira de construtores web3, promovendo o avanço da adoção e desenvolvimento da tecnologia blockchain no Brasil e no mundo que irá discutir, entre outros temas, os desafios, avanços e impacto no mundo do blockchain, também está inserido no Blockchain SP. O Digital Finance Brasil, que vai abordar o Real Digital e CBDCs e discutir o futuro dos meios de pagamento digitais reunindo bancos, fintechs, BACEN, CVM, gateways de pagamento, blockchains e aplicativos descentralizados para discutir inovações em Ativos Digitais, Pagamentos e Moedas. Um fórum inclusivo projetado para facilitar conversas sobre o futuro das finanças no Brasil.


Além desses eventos, o congresso também vai receber o Autismo Tech, movimento que começou no final de 2018, com um Hackathon organizado pela Faculdade de Tecnologia FIAP, em parceria com o hospital Pinel, e atualmente uma referência em Hackathon de impacto social. Focado em como trabalhar as soluções tecnológicas para o protagonismo e inclusão da comunidade autista no mercado de trabalho, o encontro vai promover o intercâmbio entre organizações e a comunidade através do conhecimento e inovação e realizar debates sobre temas como neurodiversidade, autismo e mulheres, autismo e diagnóstico na fase adulta, autismo e comunidade LGBTQIAPN+. Hoje o Brasil tem dois milhões de autistas e 85% deles estão fora do mercado de trabalho de acordo com a organização do Autismo Tech.


A trilha de ciências descentralizadas DeSci São Paulo e DeSci Americas vai conectar líderes, oportunidades e projetos DeSci nas Américas e em todo o mundo; o Road to Web3 vai apresentar conteúdo nativo do ecossistema através de debates sobre Bitcoin, Defi, DAOs, NFTs, comunidades, arte, moda e regulamentação, entre outros temas que serão discutidos. Além disso, o visitante terá a chance de ver as NFTs mais importantes do mercado, participar de talks com os principais builders e ainda se divertir com as dinâmicas exclusivas, como o "ChatGPT Entrevista", Bingo Web3 e Twitter Spaces Presencial. O Congresso InterAmericano de Ciência Descentralizada – DESCIER; o Digital Health – ICOLAB (Instituto Colaborativo de Blockchain), o Triple Helix Conference,O capítulo brasileiro do pioneiro evento internacional da inovação via universidade - empresa - governo”; o AB2L Summit, que possui o Propósito Transformador Massivo (PTM) de conectar o universo jurídico a nova realidade 4.0: exponencial e colaborativa; o World Crypto Conference, edição Hacking The Youtopia - no qual o prestigiado professor e tecnofilosofo Rafael Castaneda receberá especialistas em ativos digitais em um mergulho profundo nas implicações globais dessa tecnologia emergente; o BlockImob by IUSTO, que vai abordar a evolução dos sistemas de registro, custódia de ativos e transações imobiliárias e financeiras envolvendo a tecnologia Blockchain; e o Trace Connect, um grande encontro sobre Venture Capital no Brasil também acontecerão durante o Blockchain SP.


25 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page