top of page

PayPal decide 'romper' com o Pix




O PayPal é uma fintech de pagamentos criada nos EUA e que tem operações também aqui no Brasil. A empresa anunciou, recentemente, uma alteração em relação ao Pix, frustrando boa parte de seus usuários brasileiros.


O pai das fintechs


O PayPal é considerado, para muitos, uma das primeiras fintechs do mundo, já que foi criado em 1998, nos EUA. A ideia inicial foi muito disruptiva, pois, num momento em que os pagamentos eram feitos majoritariamente por meio de cheques, cartões de crédito físicos e dinheiro, os criadores desenharam uma plataforma com o intuito de viabilizar pagamentos online.


A primeira versão foi desenvolvida para atuarem como um sistema de transferência monetária, e tinha o nome inicial de de Confinity. Naquele momento, para atrair novos usuários, a plataforma dava US$ 10 para novos usuários e ainda dava mais US$ 10 para cada pessoa que trouxesse um novo usuário.


O crescimento da plataforma resultou em parcerias, como por exemplo com o eBay, um dos principais e-commerces dos EUA, como também abriu portas para o surgimento de novos concorrentes, como por exemplo a X.com, fundada por Elon Musk. Esta, inclusive, se fundiu com o PayPal em 2000. Em 2002 o PayPal abriu seu capital na bolsa de valores e foi adquirida pelo eBay, por US$ 1,5 bilhão.


Em 2004 a operação do PayPal começou a se expandir para outros países, começando pelo Reino Unido. No Brasil a operação começou em 2010. Hoje, o PayPal conta com mais de 325 milhões de usuários espalhados pelo mundo todo e quase 30 mil funcionários.


Mais recentemente, com a evolução do movimento fintech e dos criptoativos, o PayPal vem realizando ações cada vez mais presentes no mundo das criptomoedas.


Principais funcionalidades


O PayPal Brasil conta hoje com recursos voltados tanto para pessoas quanto para empresas. A fintech possibilita a realização de compras e pagamentos online internacionais, com uma carteira virtual na qual é possível vincular cartões de crédito e de débito.


O surgimento de um novo sistema de pagamentos no Braisl, o Pix, fez, num primeiro momento, que o PayPal integrasse esta solução à sua gama de serviços, como participante facultativo. Porém, a fintech anunciou recentemente que este serviço será descontinuado. A partir do dia 10 de Janeiro de 2023, o PayPal descontinuará as funcionalidades de envio e recebimento de Pix. Com isso, todas as chaves Pix cadastradas nas contas PayPal serão removidas automaticamente a partir da referida data.


8 visualizações0 comentário

Kommentare


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page