top of page

Banco do Brasil faz investimento de milhões em fintech




O programa de Corporate Venture do Banco do Brasil fez seu 5º investimento em um período pouco maior que um ano. Os investimentos da categoria Corporate Venture estão ganhando força. Em contrapartida, os investimentos de Venture Capital estão diminuindo – incluindo os de Late Stage.


O Banco do Brasil possui uma área destinada ao investimento em empresas iniciantes – as startups. O fundo de Corporate Ventures do Banco, o BB Ventures tem sua gestão feita pela MSW Capital.


Investindo em concorrente – qual a lógica do pensamento utilizado pelo Banco do Brasil


O que parece ser um investimento controverso, é, na verdade, uma estratégia. Investir em empresas, ainda que de segmento similar, é uma maneira de se fazer presente na vida dos clientes, ainda que não seja através de sua principal marca. Diversas empresas tradicionais já usam dessa tática e investem em startups.


A Payfy – startup que recebeu o aporte do BB – é uma Fintech que oferece formas para que empresas possam administrar os gastos corporativos de seus funcionários com maior eficiência. O investimento foi feito através de uma plataforma de investimentos em startups, a Captable da StartSe. O investimento direcionada a Payfy, vindo do banco, foi de R$ 4 milhões.


Na rodada de investimento feito na Captable em 2021, a Payfy foi avaliada em R$ 10 milhões. Agora, o BB Ventures fez uma avaliação e definiu o valor da Fintech em R$22,7 milhões – valor mais de 2x maior que em 2021.


Um investimento desse porte, por uma empresa do tamanho do Banco do Brasil, demonstra, entre outras coisas, a enorme capacidade da Fintech. Ter o BB como parceiro deve atrair novos investidores – o que ajuda a alavancar os resultados da empresa-, além de demonstrar valor e estabilidade da startup.


O investimento da Payfy já foi 100% atingido – no valor de R$1,5 milhão, através da Captable Marketplace. As negociações foram encerradas no dia 17 de abril de 2023.


Corporate Venture está crescendo


Os investimentos através de Corporate Venture estão em alta. Apesar de bastante comuns, os investimentos em Venture Capital, no entanto, estão diminuindo a força. As grandes empresas estão agora com foco de investir em empreendedorismo de inovação – apostando em startups.


O Banco do Brasil não fica atrás. Em função a pouco mais de um ano, seu programa de Corporate Venture já está no 5º investimento em empresas do tipo.

A Payfy, no entanto, é a primeira empresa que o Banco investiu na linha de soluções para os empreendendores – em facilitar a gestão de suas empresas, incluindo aplicabilidades em pagamentos.


Marisa Reghini, vice-presidente de negócios digitais e tecnologia do Banco do Brasil comentou a nova aquisição. A VP disse que o investimento na Payfy tem objetivo de fortalecer a presença do Banco junto aos clientes e ajudar na gestão das empresas. Disse ainda que o BB quer estar presente em todos os momentos das vidas dos clientes.


PAYFY


A Payfy é uma Fintech que atua na gestão de gastos corporativos.

A startup oferece uma plataforma simples e eficaz de controle através da qual as empresas podem administrar suas despesas. Além do software, a empresa oferece cartões inteligentes onde é possível aprovar os orçamentos de maneira rápida e saber de maneira exata qual o valor gasto por cada funcionário ou departamento.


O objetivo é facilitar o processo. As diversas soluções da startup são pensadas para que as empresas possam trabalhar de maneira mais eficiente e rápida.


A Fintech conta com mais de 500 empresas, dentre elas, algumas bastante conhecidas: LG, Havaianas, P&G, Unimed, Moura, entre outras.


Com o novo aporte do BB, a empresa pretende evoluir e auxiliar ainda mais empresas a gerir os gastos corporativos – de acordo com André Apollaro, CEO da Payfy.


Momento importante para Fintechs


Está cada vez mais evidente que as Fintechs estão mudando o olhar das pessoas sobre o mundo financeiro. As startups trazem uma nova forma de gerenciar as finanças e isso, como visto, não vale só para consumidores, vale também para as empresas. O investimento milionário do Banco do Brasil só vem consolidar essa visão.


Segundo a Sling Hub, as Fintechs representam 34% do total de aportes realizados em startups da América Latina em fevereiro de 2023.


A MSW Capital, gestora do BB Ventures, responsável pelo investimento, aposta em uma atuação conjunta.


A Payfy, segundo sócio da MSW, traz uma série de soluções que permite não só uma gestão mais fácil de gastos corporativos, como também uma agilidade na burocracia das empresas.


A Captable é uma plataforma de investimento do tipo crowdfunding que permite fazer aportes em startups.


11 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page