top of page

Com investimentos bilionários no país, uso de IA para análise de Big Data revoluciona o mercado financeiro


big data


O uso de Inteligência Artificial (IA) em Big Data tem se tornado um diferencial crucial para empresas em todo o mundo. Impulsionando a personalização de serviços e a eficiência operacional dos negócios, o setor atingirá US$ 447,2 bilhões em 2024, segundo o último relatório da GlobalData. No Brasil o cenário não é diferente. Segundo pesquisas da Gartner, o país está entre os 10 maiores investidores em IA, destacando o crescente interesse e a importância dessa tecnologia para as organizações.


De forma geral, o uso de IA em Big Data tem sido cada vez mais difundido pelas empresas que adotam a tecnologia como parte da cultura organizacional de seus negócios. Esse crescimento é impulsionado pela necessidade crescente das instituições financeiras de gerenciar e analisar grandes volumes de dados em tempo real para identificar oportunidades de negócios, detectar fraudes e mitigar riscos.


Segundo Marcelo Modesto, CEO e fundador da Avivatec, empresa de consultoria em tecnologia especializada em negócios, o uso de IA e Big Data deve ser uma realidade para o mercado de tecnologia financeira. “Essas tecnologias ajudam as empresas a analisar grandes volumes de dados de forma eficiente e rápida, identificando padrões e tendências que podem ser usados para melhorar a experiência do cliente e impulsionar o desenvolvimento de produtos e serviços mais personalizados.”, comenta.


Para se ter uma ideia, de acordo com dados divulgados pela Gartner, os bancos estão aumentando seus investimentos em IA e Big Data, direcionando cerca de 30% de seus orçamentos de TI para essas tecnologias até 2024. Essa tendência reflete a importância estratégica que as instituições financeiras atribuem ao uso de dados para impulsionar a inovação e a competitividade no mercado.


Nesse contexto, a Avivatec destaca-se como uma referência em soluções de tecnologia para o setor. A recente aquisição majoritária da Enfoque, provedora de informações financeiras que conta com mais de 60 fontes de informação e mais de 20 milhões de mensagens processadas diariamente, reforçou a posição da empresa de consultoria brasileira em tecnologia.“Estamos falando de um dos maiores detentores de big data do mercado financeiro. Esse projeto representa um fortalecimento ao nosso portfólio e atuação com o setor”, comenta o CEO e fundador da Avivatec.


No entanto, apesar dos benefícios evidentes, o setor enfrenta alguns desafios significativos, como a proteção de dados e a garantia da privacidade do cliente. De acordo com um estudo da PwC, 64% das instituições financeiras brasileiras sofreram algum tipo de ataque cibernético em 2023. Somado a isso, o último relatório da Serasa Experian aponta que no ano passado, foram registradas 2,7 bilhões de tentativas de fraude no Brasil, um aumento de 40% em relação a 2022.Mesmo assim, os investimentos continuam a crescer, com empresas buscando maneiras de superar esses desafios e aproveitar ao máximo o potencial das tecnologias de IA e Big Data. É consenso entre os especialistas que o principal diferencial está na capacidade de personalização dos serviços. 


“Estamos na ‘era dos dados’. Essas tecnologias permitem que as empresas ofereçam produtos e serviços sob medida para as necessidades de cada cliente, aumentando a satisfação e a fidelidade. O uso de IA e Big Data no setor financeiro tem o potencial de transformar completamente a maneira como as empresas operam, permitindo uma personalização sem precedentes dos serviços e uma análise mais eficiente das informações.”,  conclui Marcelo Modesto.




23 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page