top of page

MB lança Fist, primeiro token de Renda Variável Digital no setor de energia elétrica


energia elétrica

O Mercado Bitcoin (MB), maior plataforma de ativos digitais da América Latina, lança nesta terça-feira (14) o token FISTEN01, em parceria com a Fist Energy, provedora de soluções de energia fotovoltaica. O token pertence à categoria de Renda Variável Digital, o que permite que os investidores possam aplicar diretamente em uma usina de geração e distribuição de energia elétrica, por meio de equity


Essa é uma iniciativa das duas empresas para democratizar o acesso ao investimento que, anteriormente, estava disponível apenas para a pessoa jurídica. O objetivo do token é aportar o valor de R$ 400 mil para a Fist, o que resulta em 100 kWp de potência instalada ou 13 mil kwh/mês de energia gerada, em termos de capacidade produtiva, como um investimento que será utilizado na conclusão da obra de uma usina de energia solar. A partir disso, ainda em construção, a usina será capaz de produzir e distribuir 100% da energia captada por meio de placas solares, gerando dividendos mensais aos investidores. 


A parcela do lucro da empresa que será distribuída aos investidores do token varia de 0,9% ao mês, como retorno mínimo, a até 1,2% ao mês. A validade do token é de 30 anos, com o paypack (tempo de retorno do investimento) realizado até o fim do sétimo ano, e o restante, portanto, sendo de lucro absoluto aos compradores. Dessa forma, o FISTEN01 é considerado adequado aos investidores com visão de longo prazo. 


“O MB foi pioneiro em realizar contratos de antecipação de energia, por meio da Renda Fixa Digital e, novamente, reforçamos nossa expertise e capacidade inovativa por meio da possibilidade de investimento direto em uma usina – dessa vez com a Renda Variável Digital. Vale destacar que o segmento de energia elétrica cresce diariamente no cenário nacional, o que configura o token como uma oportunidade de capitalizar diretamente neste mercado” destaca Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.


A construção da usina, ativo de referência,  será em Pernambuco. Isso porque apenas 3,2% dos mais de 4 milhões de clientes atendidos pela Neoenergia no território utilizam energia solar, apesar de o estado ser classificado como o sexto melhor no País para produção desse tipo de energia. Ainda, as tarifas de eletricidade no local são uma das mais altas do país, conforme relatado pelo Portal Solar em 2023, o que configura a criação da usina como uma oportunidade de negócio. 


“O MB, durante todo o processo de tokenização dos direitos à usina, nos forneceu a agilidade e tecnologia necessárias. Entendemos que nosso modelo de negócio, no setor de energia renovável, poderia se expandir, uma vez que estivesse vinculado à Web3, e a partir dessa parceria estamos alcançando melhores resultados de capitalização” aponta Daniel de Jesus, CEO da Fist. 


Outra possibilidade que deve ser considerada pelos investidores é a venda da usina. Entretanto, nesse caso, as alavancagens aos compradores do token variam de 1,7 a 2,5 vezes o valor investido, além dos dividendos mensais recebidos até o momento da venda. Os interessados podem negociar o FISTEN01 a partir de R$ 1.000, por meio da plataforma do MB. 

9 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page