top of page

Nova resolução do Banco Central é o caminho para Educação Financeira nas instituições financeiras


educação financeira


No final de 2023, mais especificamente no dia 21 de Dezembro, o Banco Central publicou a Resolução Conjunta nº 8, que acaba trazendo um grande marco envolvendo as instituições financeiras e a educação financeira.


A resolução dispõe sobre medidas de educação financeira a serem adotadas por instituições financeiras, instituições de pagamento e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Educação Financeira


Segundo a OCDE (2005), educação financeira é “o processo mediante o qual os indivíduos e as sociedades melhoram a sua compreensão em relação aos conceitos e produtos financeiros, de maneira que, com informação, formação e orientação, possam desenvolver os valores e as competências necessários para se tornarem mais conscientes das oportunidades e riscos neles envolvidos e, então, poderem fazer escolhas bem informadas, saber onde procurar ajuda e adotar outras ações que melhorem o seu bem-estar. Assim, podem contribuir de modo mais consistente para a formação de indivíduos e sociedades responsáveis, comprometidos com o futuro”.


Resolução em prol da Educação Financeira


As instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil devem adotar medidas de educação financeira direcionadas a seus clientes e usuários pessoas naturais, incluindo empresários individuais.

Dentre as temáticas, as iniciativas devem abordar: 


  • Organização e planejamento do orçamento pessoal e familiar;

  • Formação de poupança e resiliência financeira;

  • Prevenção ao inadimplemento de operações e ao superendividamento.


Além disso, as instituições devem manter política de educação financeira baseada na ética, responsabilidade, transparência e diligência e nos seguintes princípios norteadores:


  • Valor para o cliente: proporcionar a clientes e usuários ações de educação financeira úteis e relevantes para sua vida financeira;

  • Amplo alcance: garantir acesso às medidas de educação financeira ao universo de seus clientes e usuários; e

  • Adequação e personalização: disponibilizar conteúdo e ferramentas, em linguagem, canal e momento mais adequados frente às características e às necessidades de educação financeira dos clientes e usuários, considerando o perfil do público-alvo.

A Fincatch pode te ajudar!


Aqui na Fincatch, exploramos ao máximo a relação de educação financeira com o universo das fintechs. Além de nossos próprios conteúdos, através do blog, newsletter, vídeos e podcast, também oferecemos soluções para você levar educação financeira para o seu público!


Entre em contato conosco para conferir mais detalhes!


10 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page