• Victor Barboza

O que é o empréstimo consignado? Quais fintechs oferecem?

Atualizado: 8 de ago.




Assim como os investimentos, o mercado de crédito também possui uma relação entre risco e retorno. Para as instituições financeiras que oferecem os empréstimos e financiamentos, é muito importante mensurar o risco envolvido nas operações, principalmente o risco de crédito (o famoso calote).


É por conta disso que, quando você solicita um empréstimo, a primeira coisa que a instituição financeira faz é consultar o seu CPF/CNPJ para avaliar o seu score. Nessa análise de risco, consideram-se também as possíveis garantias envolvidas, pois, quando elas existem, reduz-se o risco da operação.


Assim, a relação risco x retorno nestes casos de empréstimos e financiamentos vai funcionar da seguinte forma: quanto maior o risco que a instituição financeira perceber, maiores as taxas de juros que serão cobradas, e vice e versa.


O Empréstimo Consignado


Linhas de crédito tradicionais, como o cheque especial, empréstimo pessoal e as que envolvem o cartão de crédito possuem maiores riscos, logo, costumam apresentar taxas de juros mais altas. Já operações como os financiamentos, de imóveis e de automóveis, justamente pela existência destes bens atrelados, possuem juros mais baixos.


E há uma modalidade que possui alguma renda como garantia. Trata-se do crédito consignado. O consignado é descontado diretamente no contracheque, holerite ou benefício do INSS. Em outras palavras, a pessoa recebe o empréstimo e depois, na hora de pagar cada parcela, elas são descontadas automaticamente destas rendas.


Se por um lado há uma grande vantagem das taxas de juros serem melhores e possibilidade de prazos maiores para pagar, por outro lado, é preciso muito planejamento financeiro para que esta renda comprometida não afete os orçamentos futuros.


Há também a possibilidade da perda do emprego. Nestes casos, é muito importante renegociar a dívida com a credora.


Novas condições no Empréstimo Consignado


O Governo Federal publicou ontem (4) uma Medida Provisória que altera algumas condições do crédito consignado. Trata-se do aumento da margem consignada (limite da renda que pode ser comprometida). Confira como ficou:


  • Funcionários CLT e servidores públicos: Podem comprometer o limite de até 40% da renda líquida, sendo 35% para empréstimos, financiamentos a arrendamentos mercantis e 5% para amortização de despesas contraídas por meio de cartão de crédito consignado ou à utilização com a finalidade de saque por meio de cartão de crédito consignado.

  • Aposentados e Pensionistas do INSS: Não poderão ultrapassar o limite de 45% do valor dos benefícios. Desse total, 35% devem ser usados para empréstimos, financiamentos a arrendamentos mercantis, 5% para operações (de saques ou despesas) contraídas por meio de cartão de crédito consignado e 5% para gastos com o chamado cartão de benefícios.

  • Beneficiários do Auxílio Brasil: Terá limite de até 40% do valor recebido por meio do programa assistencial para pagar consignados, sendo 35% para empréstimos, financiamentos a arrendamentos mercantis e 5% para amortização de despesas contraídas por meio de cartão de crédito consignado ou à utilização com a finalidade de saque por meio de cartão de crédito consignado.

Ainda de acordo com esta MP, novas dívidas nessa modalidade não podem ser feitas caso a soma das consignações e dos descontos somem 70% da remuneração (o limite anterior era 35%).


Consignado nas fintechs


Assim como qualquer outra modalidade de empréstimo, no consignado também é fundamental pesquisar e comparar as taxas de juros (Custo Efetivo Total) e condições oferecidas por diferentes instituições financeiras.


Além dos bancos tradicionais, o empréstimo consignado também é oferecido por diversas fintechs, seja como Sociedades de Crédito Direto (empréstimo oferecido pela própria instituição), seja por a atuação delas como intermediadoras financeiras.


Para conhecer as fintechs que oferecem esta modalidade, acesse nosso site e procure pela tag CONSIGNADO.


25 visualizações0 comentário