top of page

Segurança financeira: como os bancos digitais protegem suas transações?


banco

A era digital transformou a maneira como lidamos com o dinheiro, especialmente com a ascensão dos bancos digitais e a preocupação com a segurança financeira.


Essa transformação trouxe consigo a necessidade de uma segurança robusta para proteger transações online e informações pessoais.


Afinal de contas, a presença de um banco digital vai além de influenciar o cotidiano dos indivíduos, exercendo também um papel significativo no panorama do setor financeiro.


Por isso, neste conteúdo, vamos explorar a segurança financeira dos bancos digitais, destacando a sua significação, evolução e principalmente como eles protegem as suas informações financeiras. Vamos lá!


O que são os bancos digitais?


Os bancos digitais, são instituições financeiras projetadas para oferecer a maioria dos seus serviços de forma online, garantindo segurança e eficiência.


Nestas instituições, você pode acessar sua conta digital tanto através de um computador quanto por um aplicativo no celular.


Isso possibilita a você verificar seu extrato bancário e efetuar transações financeiras a qualquer momento, com a mesma confiabilidade e proteção que um projeto de spda oferece a um edifício.


Conhecidos também como Internet Banking, os bancos digitais habilitam seus clientes a realizarem uma variedade de atividades bancárias, tais como:


  • Pagamento de contas;

  • Recebimento e envio de pix;

  • Atendimento online;

  • Empréstimo;

  • Solicitação de crédito.


Além do mais, os bancos digitais são um fenômeno recente, oriundos de startups focadas na digitalização de serviços financeiros. Essas startups inovadoras são conhecidas no mercado como fintechs.





Evolução dos bancos: do tradicional ao digital


A jornada dos bancos desde suas formas tradicionais até o modelo digital moderno foi marcada por avanços tecnológicos significativos, especialmente em segurança cibernética.


Dessa forma, os bancos digitais de hoje estão equipados com tecnologias avançadas para garantir a segurança das transações dos usuários e a confidencialidade dos dados.


Afinal, com o aumento das transações online, a segurança tornou-se uma prioridade máxima para proteger os usuários contra fraudes, roubos de identidade e possíveis problemas.


Tecnologias de segurança em bancos digitais


As tecnologias empregadas pelos bancos digitais são essenciais para garantir a segurança das transações financeiras. Alguns exemplos disso, são:


Criptografia de dados


A criptografia de dados é a primeira linha de defesa, garantindo que as informações sejam transmitidas de forma segura e indecifrável para terceiros.


Antigamente, a criptografia se baseava no uso de códigos simples, semelhante à maneira como uma empresa de engenharia elétrica pode começar com projetos básicos. 


No contexto digital moderno, a criptografia evoluiu para utilizar algoritmos matemáticos complexos, assegurando a proteção de informações dos bancos digitais. 


Biometria e reconhecimento facial 


Estas tecnologias avançadas, oferecem um nível de complexidade superior às tradicionais senhas compostas por números, letras e outros caracteres.


Isso ocorre porque exigem a presença física do proprietário do dispositivo para sua liberação. Por exemplo, é necessário o uso da impressão digital do indivíduo para autenticar a biometria ou o seu rosto para o reconhecimento facial. 


Esses métodos de segurança são significativamente mais desafiadores de serem fraudados, razão pela qual são amplamente adotados pelos bancos digitais para acesso aos seus aplicativos.


Tokens


Ou tokens ou também conhecidos como autenticação de duas etapas adiciona uma camada extra de segurança, exigindo uma segunda forma de identificação além da senha.


Amplamente adotadas pelos bancos, as senhas temporárias atuam como uma autenticação de dois fatores, comparáveis a um revestimento acústico para teto que proporciona uma camada adicional de proteção. 


Primeiro, é necessário estar logado no sistema com uma senha, funcionando como a primeira camada de segurança. Em seguida, é preciso utilizar também o token para completar a transação. 


Essa dupla verificação, ao confirmar sua identidade através de um código temporário que deve ser inserido, complica significativamente o acesso por terceiros e a ocorrência de fraudes.


Reconhecimento facial


Essas tecnologias, também funcionam com autenticação de duas etapas, assim sendo comparáveis em termos de segurança a uma vistoria cautelar veicular.


Ou seja, elas vão além das senhas tradicionais com números, letras e caracteres, exigindo que o dono do aparelho esteja fisicamente presente para o desbloqueio. 


Para autenticar, é necessário o uso da impressão digital e do reconhecimento facial do usuário. Estes métodos são mais desafiadores de serem fraudados, tornando-os escolhas populares entre bancos digitais para acesso seguro a seus aplicativos.





Cartão virtual 


O cartão virtual é ideal para transações como compras online, pagamentos por aproximação via carteira digital no celular e assinaturas de serviços de streaming, entre outros. 


Bancos digitais incentivam o uso deste recurso, pois, em caso de compras suspeitas, bloquear e substituir o cartão virtual é um processo muito mais ágil. 


Isso elimina a espera pelo recebimento e desbloqueio de um novo cartão físico, pois o cliente pode 

simplesmente cancelar o cartão comprometido e gerar outro instantaneamente através do aplicativo. 


Portanto, recomenda-se utilizar o cartão físico primordialmente para compras em locais físicos, onde se utilizam as maquininhas de cartão.





Notificações 


As notificações em tempo real nos bancos digitais funcionam de forma semelhante a um sistema de alerta de uma administradora predial, informando o cliente imediatamente sobre qualquer transação realizada, como Pix, compras com cartão de débito ou crédito, pagamentos de contas, entre outros. 


Dessa forma, esse recurso garante que a pessoa seja prontamente notificada de qualquer atividade em sua conta, permitindo-lhe identificar rapidamente se alguma ação é suspeita ou foi realizada por terceiros.


Monitoramento e detecção de fraudes em tempo real


Bancos digitais utilizam sistemas avançados para monitorar transações em tempo real e detectar atividades suspeitas, prevenindo fraudes. Alguns exemplos desses sistemas, são:


Protocolos de segurança: protegendo suas informações


Para os bancos digitais, proteger as informações do cliente é uma tarefa tão essencial quanto a instalação de espelho cuidadoso e seguro em uma residência, motivo pelo qual adotam diversos protocolos de segurança robustos.


Segurança de acesso e identificação de usuário


Os sistemas de segurança garantem que apenas o proprietário da conta possa acessar suas informações, utilizando métodos de identificação robustos e eficazes.


Certificados de segurança e sua importância


Certificados de segurança, como SSL/TLS, são utilizados para assegurar uma conexão segura e protegida entre o cliente e o banco. 


Políticas de privacidade e segurança de dados


Semelhante às empresas de transporte de cargas que adotam medidas rigorosas para proteger suas mercadorias, as políticas de privacidade e segurança de dados em bancos digitais são igualmente estritas, assegurando que as informações dos clientes sejam tratadas com a mais alta confidencialidade.


O papel da inteligência artificial na segurança bancária


Como é de conhecimento geral a tecnologia tem crescido e tem feito parte da vida de todos, a inteligência Artificial (IA) desempenha um papel crucial na segurança dos bancos digitais, oferecendo soluções sofisticadas e eficientes.


A IA é capaz de identificar padrões de comportamento suspeitos, alertando sobre possíveis fraudes antes que elas aconteçam.


Além do mais, chatbots alimentados por IA oferecem um atendimento ao cliente rápido e seguro, respondendo a consultas e ajudando na solução de problemas de segurança.


O futuro da segurança em bancos digitais


O futuro dos bancos digitais promete ainda mais inovações e segurança aprimorada, acompanhando a evolução tecnológica.

 

Novas tecnologias como blockchain e inteligência artificial estão moldando o futuro da segurança bancária digital e prometem ambientes ainda mais confiáveis. 


Ou seja, da mesma forma que um fornecedor de esquadrias de alumínio precisa se manter atualizado com as tecnologias mais recentes para garantir a qualidade e inovação de seus produtos, a adoção de novas tecnologias é crucial para os bancos digitais continuarem a oferecer serviços seguros e inovadores.


Conclusão


A segurança financeira é um aspecto fundamental dos bancos digitais. 


Com a implementação de tecnologias avançadas, protocolos de segurança rigorosos e a utilização da Inteligência Artificial, os bancos digitais estão equipados para proteger as transações e informações dos seus clientes, garantindo uma experiência bancária segura e confiável. 


Por isso, à medida que a tecnologia evolui, os bancos digitais continuarão a aprimorar suas medidas de segurança, assegurando que a confiança dos clientes seja mantida e que suas finanças estejam protegidas contra ameaças cibernéticas.


Texto originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, canal em que você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


23 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page