top of page

Startups latino-americanas captam US$ 369,9 milhões em outubro e renovam otimismo com o mercado


startup

O relatório mensal de Venture Capital do Distrito, a principal plataforma de tecnologias emergentes da América Latina, revela que no mês de outubro ocorreram 72 rodadas de investimentos em startups latino-americanas, totalizando um montante de US$ 369,9 milhões. No acumulado do ano até o momento, após dez meses de 2023, foram registradas 638 rodadas de investimento, com um volume total de US$ 2,6 bilhões em empresas de tecnologia na América Latina.


Investimentos na América Latina


No que diz respeito apenas ao mês de outubro, as 72 rodadas identificadas representam uma queda de 33,3% no número de deals na comparação com o mesmo mês de 2022, quando foram registrados 108 negócios fechados.


Ao compararmos com setembro de 2023, o último mês demonstrou um equilíbrio, com apenas 2 rodadas a menos no número de transações realizadas. Entretanto, em termos de montante investido, houve uma queda significativa na comparação com o mesmo mês do ano anterior, quando US$ 489,8 milhões foram aportados.


O estágio inicial (Seed Stage), que inclui Anjo, Pré-Seed e Seed, concentrou a maioria das negociações, com 57 acordos. O estágio intermediário (Early-Stage), compreendendo Série A e Série B, registrou 14 negócios em outubro, enquanto o estágio avançado (Late-Stage) contabilizou apenas uma rodada.

Mês

Nº Deals

Volume

Janeiro

67

$353.590.593,30

Fevereiro

43

$164.629.993,00

Março

64

$127.686.538,30

Abril

68

$190.002.286,60

Maio

68

$149.647.631,00

Junho

69

$380.657.911,00

Julho

58

$178.129.766,00

Agosto

69

$437.364.942,30

Setembro

55

$296.411.750,00

Outubro

72

$369.960.810,21


Destaques


A QI Tech, fintech de banking as a service, levantou uma rodada Série B de US$ 200 milhões, ou seja, aproximadamente, R$ 1 bilhão, que vai permitir acelerar seu crescimento via aquisições. A captação foi liderada pela General Atlantic, que aportou cerca de US$175 milhões.


No mês em destaque, observamos algumas conquistas no cenário das startups. A chilena Galgo, que oferece acesso financeiro a segmentos desbancarizados, levantou uma rodada de investimento de US$ 40 milhões liderada pelo fundo mexicano Nazca, com a participação de outros fundos.


A Nexu, fornecedora de plataforma de financiamento automotivo com sede na Cidade do México, levantou US$ 20 milhões em financiamento da Série B. A rodada foi liderada pela Valor Capital com a participação da FinTech Collective e Endeavor Catalyst.


"Esse mês reafirma a retomada que comentamos nos meses anteriores. As empresas de late-stage aos poucos estão voltando ao mercado e movimentando grandes volumes de investimento. Mesmo que lentamente, o mercado está se recuperando, e isso é um ótimo sinal para ajustes de expectativas e na operação de grandes startups latino-americanas”, disse Gustavo Gierun, CEO do Distrito.


Investimentos no Brasil


No Brasil, os investimentos totalizaram 39 negócios e US$ 272,9 milhões de volume aportado. Com isso, o país representou 54,1% dos investimentos na região, em quantidade de negócios.


Considerando somente outubro, as 39 rodadas mapeadas representam uma queda de 47,3% no número de negócios quando comparado com o mesmo mês de 2022, quando foram registrados 74 deals. Em volume de recursos financeiros, outubro também ficou acima do último mês, registrando US$ 272,9 milhões frente aos US$187 milhões de setembro.


M&As


No mês de outubro foram realizados 16 M&As no ecossistema de startups latino-americano, sendo 13 delas somente no Brasil.


Destes M&A's, aparecem na lista 4 envolvendo fintechs: MBOCHIP (B3), Mexpago (Airwallex), Zink (Size) e vexpenses (VR Benefícios).

13 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page