top of page
  • Foto do escritorFincatch

Controle financeiro pessoal: 5 dicas para controlar suas finanças




Você sabia que o controle financeiro pessoal é a forma mais básica e eficaz de cuidar do seu dinheiro? Ao administrar bem as suas finanças, você atinge uma independência financeira e fica livre dos perrengues mensais com dinheiro.


Neste artigo, vamos te apresentar o controle financeiro pessoal e cinco dicas úteis para começar agora mesmo o seu controle de gastos. Continue a leitura!


O que é o controle financeiro pessoal?


O controle financeiro é a ferramenta de maior importância para lidar com o seu dinheiro. Isso porque ele é baseado em uma boa educação financeira e permite desenhar estratégias mais assertivas para ampliar o seu capital e planejar as suas finanças.


Basicamente, o controle financeiro pessoal consiste no hábito de organizar todas as suas receitas e despesas em um determinado período, considerando tanto as contas fixas quanto as despesas gerais. Geralmente, esse controle é realizado mensalmente.


É importante ressaltar que ter um bom controle financeiro não significa apenas melhorias financeiras, mas também na sua qualidade de vida. Somente dessa forma você conseguirá lidar com as suas finanças da forma correta e evitar problemas que trazem muita dor de cabeça.


Como organizar suas finanças


Infelizmente, a educação financeira não é um fator tão trabalhado no Brasil — pelo menos não com a importância que deveria. O descontrole financeiro acontece quando as finanças estão desequilibradas e desorganizadas e, em muitos casos, as pessoas não sabem como pagar as contas no final do mês e não fazem ideia de como as dívidas se acumularam.


Dessa forma, o primeiro passo para organizar as suas finanças é investir em uma boa educação financeira. Em outras palavras, desenvolver técnicas e habilidades para tomar boas decisões em relação ao seu dinheiro.


Nessa missão, o controle financeiro pessoal pode se tornar um grande aliado!



Como começar seu controle financeiro pessoal


O primeiro passo para começar o seu controle financeiro pessoal é criar uma rotina para a sua vida financeira. Com que frequência você planeja olhar as suas finanças?


Como citamos anteriormente, o controle das finanças pessoais é realizado, geralmente, a cada mês, mas nada impede que você escolha acompanhar o seu dinheiro mais de perto em um período menor, como diariamente ou semanalmente. O importante é não deixar as suas finanças de lado por muito tempo!


A seguir, listamos algumas dicas úteis para iniciar o seu controle de gastos pessoais e assumir, de uma vez por todas, o controle do seu dinheiro. Acompanhe os tópicos!


1. Conheça a sua realidade financeira


Pode parecer uma tarefa simples, mas muitas pessoas não fazem ideia do quanto ganham e gastam em um mês, por exemplo. Dizemos que o conhecimento sobre finanças é o primeiro passo para alcançar a independência financeira.


Um erro clássico que atinge inúmeras pessoas é pensar na renda apenas como um valor do salário, sem levar em consideração todos os descontos de impostos, planos de saúde e outros gastos ao longo do mês.


Aqui, o importante é conhecer o seu salário líquido, ou seja, o valor total que você realmente recebe todos os meses, após os descontos. Portanto, esse é um passo mais manual: para começar o seu controle financeiro pessoal, anote as principais informações sobre o seu dinheiro.


Perceba que se você possui outros salários mensais, como o aluguel de um imóvel, por exemplo, esse valor também entra em sua renda fixa. No entanto, se você recebeu o dinheiro da venda de algum item que não irá se repetir, esse valor não deve ser considerado.


A partir desse mapeamento, então, será possível traçar planos mais realistas.


2. Descubra seus gastos e separe-os por categorias


Muitos gastos podem ser grandes inimigos para a sua saúde financeira e uma excelente forma de contabilizar esse dinheiro é anotando tudo.


Portanto, outro passo importante para iniciar o seu controle financeiro pessoal é anotar todos os seus gastos: coloque-os em listas, planilhas ou até mesmo aplicativos. Ao fim de cada mês, é possível olhar e analisar onde o seu dinheiro foi parar.


Para complementar esse controle, separe os gastos por tipos para ajudar a entender ainda mais quais são os gastos supérfluos e onde você está gastando mais dinheiro. Para isso, você pode dividir em categorias, como:


● Moradia;

● Supermercado;

● Transporte;

● Saúde;

● TV, Internet e Telefone;

● Lazer.


3. Acabe com as dívidas


A dívida é um grande obstáculo para muitas pessoas quando o assunto é atingir as metas financeiras. Dessa forma, para começar um controle financeiro pessoal eficiente, um dos passos mais importantes é acabar com os pagamentos atrasados.


Para isso, realize um plano de eliminação de dívidas para quitá-las por inteiro e da forma mais rápida possível. Isso porque, levando em consideração que as dívidas possuem juros, quanto mais tempo você demorar para quitá-las, mais caras elas vão ficar.


Além disso, entender o tipo de dívida que você adquiriu e como isso aconteceu pode ajudá-lo a criar um plano de ação para evitar que você volte a se endividar no futuro.


4. Elabore um planejamento para as suas finanças


Como citamos anteriormente, o mapeamento da sua realidade financeira irá permitir que você trace planos mais realistas e considere elaborar um plano de ação para as suas finanças pessoais.


Depois que você entendeu a sua realidade financeira, onde estão os seus gastos e finalmente está livre de dívidas, é a hora de elaborar um planejamento para essas finanças — o controle financeiro pessoal.


Nesse cenário, é interessante traçar metas de economia mensal e definir objetivos para curto, médio e longo prazo. Anote todos esses planos e faça questão de acompanhá-los diariamente. Melhorar o seu controle de gastos é fundamental para esse planejamento!


5. Conte com a tecnologia


Contar com a tecnologia é uma grande vantagem na hora de acompanhar as suas finanças pessoais! Isso porque, ao realizar tarefas manuais por muito tempo, erros humanos podem acontecer e influenciar negativamente nas suas finanças — o que é evitado com softwares de gerenciamento financeiro, por exemplo.


Controles financeiros online podem ser um grande aliado na sua estratégia de controle financeiro pessoal.


O Contas Online, por exemplo, é um sistema totalmente personalizável e com mais de vinte funcionalidades que podem ser adaptadas para a sua realidade. Aqui, é possível garantir a organização financeira pessoal de forma prática, rápida e segura. Que tal conhecer o este sistema e como ele pode ajudar no seu controle financeiro?

59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Post: Blog2_Post
banner-fincatch.png
bottom of page