top of page
  • Foto do escritorFincatch

Dicas de como organizar suas finanças em 2023




De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), é esperado para o ano que vem um crescimento do PIB brasileiro de 1,6%. Além disso, a entidade prevê inflação de 5,4%, menor que os 5,9% projetados para 2022.


Segundo Lucas Radd, co-fundador e CEO da Rufy, plataforma de saúde financeira, destinada para pessoas físicas e colaboradores de empresas, cada vez mais é importante que o brasileiro se preocupe em se organizar financeiramente para evitar sufocos. “Apesar da expectativa ser de crescimento, a atividade econômica do nosso país não se mostra tão animadora, por isso é fundamental se planejar o quanto antes”, comenta.


Conforme estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 45% dos brasileiros não cuidam de suas próprias finanças.


Para Radd, todo brasileiro, independentemente da situação financeira, precisa dedicar um pouco de seu tempo, para prospectar como espera que seu 2023 seja, financeiramente falando. “Pode ser no papel, no excel ou mesmo em algum aplicativo como o da Rufy. O que não pode deixar de existir é um controle recorrente das despesas, pois é aí que se descobrem os exageros e se identificam as oportunidades de economia”, complementa.


Para isso, ele elenca 4 principais dicas:


Comece elencando seus gastos estimados


Para começar a se organizar, é importante estimar, mesmo que de forma genérica, qual será o seu nível de gasto mensal. Ou seja, é importante saber qual será o seu orçamento mês a mês e se programar para gastar dentro deste limite das suas receitas (salário e outras rendas). Isso pode ser feito através de um caderno, planilha ou plataformas especializadas como a da própria Rufy.


Elenque suas dívidas


Para uma pessoa endividada é importante que seu dinheiro seja de fato utilizado para o pagamento de dívidas, porém, isso deve seguir uma lógica. É necessário priorizar primeiro aquelas que prejudicarão sua subsistência ou qualidade de vida, como contas de água, luz, condomínio, aluguel e parcelas de financiamentos, que podem resultar na perda de bens (veículos e imóveis).


Em sequência, devem ser priorizadas parcelas atrasadas de demais empréstimos, aqueles que não afetam a subsistência da família quando em atraso como créditos pessoais, consignados etc.


É necessário também, caso seja possível, a antecipação de despesas, principalmente aquelas que surgem no início do ano. IPTU, IPVA, material escolar, licenças profissionais, férias, entre outras, são gastos que sempre afetam o orçamento, e se não estiverem contabilizados, podem, de fato, afetar seus planos.


Investimentos


Agora, tendo em vista qual será o seu orçamento mensal e quanto disso será utilizado para suas dívidas, pensar em investimentos deve ser o próximo passo. É crescente o número de possibilidades de aplicações oferecidas, e elas variam em relação a valores. Caso haja a possibilidade, busque uma que você veja como viável, e claro, sempre com responsabilidade.


Sonhe


Agora, que todas as dívidas estão, em tese, organizadas, possíveis investimentos sendo feitos, é importante nunca perder a capacidade de sonhar, mesmo que não seja possível para esse momento. Neste caso, é importante elencar quais são os seus sonhos para serem realizados, claro, que caibam, no seu orçamento, seja aquela viagem com a família e amigos, ou na compra do carro ou da casa própria, enfim, qualquer que seja ele, tem sempre de estar presente no seu planejamento financeiro, pois são eles, que mantêm nossa capacidade de buscar uma vida financeira melhor a cada dia.


A Rufy é uma plataforma que permite realizar uma jornada financeira completa, estruturada em quatro etapas: orçamento mensal, dívidas, investimentos e sonhos. Os usuários contam, também, com conteúdos exclusivos e suporte de um consultor financeiro para dúvidas via WhatsApp e videoconferência. A solução possui versão para web e mobile.

10 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page