• Beatriz Galliera Fidalgo

Fintechs têm apenas 7,7% de fundadoras mulheres




Dia 8 de março é marcado por ser o Dia Internacional da Mulher. Trata-se de uma data que foi oficializada pela ONU na década de 1970. A data simboliza a luta histórica das mulheres para terem suas condições equiparadas aos homens.


Apesar do movimento das mulheres, infelizmente ainda há uma grande desigualdade entre homens e mulheres em vários aspectos. A desigualdade de gênero pode ser definida como a desigualdade de poder entre homens e mulheres em todos os aspectos: econômico, político, educacional e cultural.


As mulheres no mundo das fintechs


De acordo com nosso levantamento, neste momento existem 1.533 fintechs no Brasil.

Quando olhadas as equipes de fundadores e sócios das empresas, em relação ao gênero. temos 92,3% homens e 7,7% mulheres.


Quando olhamos as categorias das fintechs, percebe-se maior presença de founders mulheres nas fintechs que oferecem soluções para Dívidas (26,67%) e Cartões (20%), enquanto as menores proporções aparecem nas fintechs de Investimentos (3,17%) e Câmbio (2,50%).


Em relação ao estado sede das fintechs, quando falamos das empresas com mulheres fundadoras, apenas 9 estados aparecem na lista: Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.


Contas Digitais


À medida em que a demanda global por serviços financeiros digitais e inovadores acelera, os bancos digitais continuam a ganhar força com milhões de clientes em todo o mundo. Diante desse cenário, a N26, conta digital, lançou o “2021 Global Digital Banking Index” para explorar as mudanças de atitude dos consumidores em relação a este mercado.


Um dado interessante aponta que o Brasil é o primeiro país com mais mulheres aderindo a este tipo de serviço do que homens - sendo 52% mulheres e 48% homens.


Mas não é apenas aqui que a lacuna tem diminuído. Em países europeus como Itália (45% mulheres), Dinamarca (44% mulheres), Suécia (44% mulheres) e Espanha (42% mulheres), a tendência também é de diminuição dessa diferença.


Quer saber mais sobre a relação das mulheres com as fintechs? Confira o nosso estudo inédito "Mulheres & Fintechs: panorama da presença feminina no universo das fintechs brasileiras"!



8 visualizações0 comentário