• Victor Barboza

Formas de pagamento: como oferecer as melhores opções para seu negócio e para seu cliente?




A tecnologia está cada vez mais interligada ao mundo das finanças e, inclusive nos meios de pagamento, ela é responsável, cada vez mais, por novos hábitos e preferências. Por exemplo, de acordo com um levantamento da FIS, o número de pessoas que relataram queda nos pagamentos usando dinheiro pulou de 36% para 47%. De acordo com um levantamento da Zoop, R$ 40 bilhões de dinheiro em espécie deixaram de circular no Brasil entre janeiro e outubro de 2021.


Já uma pesquisa da CNDL feita no ano passado mostra que é muito importante que estabelecimentos comerciais aceitem diferentes formas de pagamento. Por exemplo, nas lojas físicas, a ordem de pagamentos mais utilizados é: cartões de débito (32%), crédito (30%) e dinheiro (25%).


Já o Banco Central possui uma página especial que mostra as estatísticas de meios de pagamento. Em quantidades, no quarto trimestre de 2021 o Pix já superava todas as outras formas, seguido pelo cartão de débito e cartão de crédito. Isto mostra também, cada vez mais, o fortalecimento do Pix e de carteiras digitais como forma de pagamento. Numa pesquisa feita pela Mastercard, 86% dos brasileiros dizem já ter usado pelo menos um meio de pagamento digital nos últimos 12 meses e 94% disseram que utilizarão nos próximos 12 meses.


Cada meio de pagamento tem sua particularidade e é importante que o negócio conheça seu cliente e quais são as suas formas de pagamento preferidas. Algumas formas são mais positivas para o negócio, como por exemplo o próprio pix e o dinheiro, afinal, são recebimentos "instantâneos" e sem taxas. Porém, outras formas são preferidas pelo consumidor, como por exemplo o cartão de crédito, que possibilita parcelamentos, pagamentos de faturas só no mês seguinte.


No caso dos cartões, o estabelecimento comercial terá taxas envolvendo estas transações, que, num primeiro momento, podem parecer injustas e desnecessárias. Contudo, são taxas envolvendo o risco da operação e que lidam com o mercado de crédito. No final das contas, é importante que o negócio entenda como estas taxas funcionam, precifique corretamente seus produtos e busque as opções com melhores taxas.


Com o surgimento das fintechs, o mercado brasileiro não está mais restrito apenas a algumas maquininhas e plataformas de pagamentos. Existem diversas opções que tornaram o mercado mais concorrido e levam melhores condições aos usuários. Quer conhecer mais quais são estas diversas soluções? Visite nosso site e acesse a categoria Meios de Pagamento que você terá está relação completa!


Reforçando, busque atender as demandas de seus clientes, mas, ao mesmo tempo, encontrar opções que funcionem bem e que tenham o melhor custo-benefício para seu negócio.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo