top of page

Investimentos brasileiros em tecnologia financeira passam de US$3,9 bilhões e posicionam o país como 4º maior mercado global


tecnologia


Impulsionado pela digitalização da economia e os investimentos em inovações tecnológicas, o mercado de Tecnologia Financeira (TecFin) tem vivido um crescimento expressivo. Para se ter uma ideia, as aplicações  ultrapassaram a marca significativa de US$3,9 bilhões em 2023, consolidando o país como o 4º maior mercado global no setor, de acordo com dados recentes da plataforma de rastreamento de mercado Distrito. Esses dados posicionam o Brasil como um protagonista no cenário mundial,  ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e Reino Unido.


Maiara Muraro, Vice-Presidente de Marketing, Inovação e Comercial da Avivatec, consultoria de tecnologia e inovação com destaque em negócios, destaca a importância desse momento. "Os investimentos em tecnologia financeira são um indicador claro do dinamismo da economia brasileira. Estamos testemunhando uma evolução sem precedentes, consolidando o país como um player essencial no cenário global das fintechs. Estamos vivendo uma transformação sem precedentes, com as empresas que abraçam a tecnologia na vanguarda da inovação. ", comenta.


Nesse cenário de constante crescimento, a tecnologia em nuvem emergiu como um alicerce crucial para a transformação digital. Se destacando como um elemento fundamental para a evolução do mercado TecFin, os gastos com serviços de cloud computing no Brasil devem crescer 22,5% em 2024, totalizando R$ 28,8 bilhões,  de acordo com uma previsão da IDC.


“A capacidade de inovar, expandir e melhorar a eficiência operacional se tornou essencial para o sucesso e segurança das empresas que atuam neste setor tão dinâmico. Com o armazenamento em nuvem, as empresas otimizam o seu negócio, melhoram a sua capacidade de reduzir custos, oferecem maior flexibilidade operacional e aumentam a escalabilidade do negócio.”, explica Maiara Muraro.





  Dados recentes mostram que o mercado brasileiro de tecnologia da informação (TI) também está em expansão globalmente.  Segundo a projeção do IDC, o setor deve crescer 11% na América Latina em 2024. O número representa uma desaceleração em relação ao avanço estimado para o ano passado de (15%). Ainda assim, na avaliação da consultoria, o Brasil deve se destacar, apresentando um crescimento do setor de 12%,  superior em relação à média da região, e passando até mesmo os Estados Unidos (9%).


“O mercado brasileiro de tecnologia está se consolidando como um polo de inovação na América Latina, desafiando até mesmo grandes potências. Essa competitividade deve impulsionar ainda mais o desenvolvimento de soluções pioneiras e a expansão para novos horizontes. Olhando para frente, as tendências apontam para uma maior integração de tecnologias como inteligência artificial e machine learning, elevando a experiência do usuário a um novo patamar.” conclui Maiara.

13 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page