top of page

Parfin, fintech de soluções para ativos digitais, é a mais nova integrante da ABCripto



A Parfin, fintech que fornece às instituições uma solução end-to-end para custódia, negociação, tokenização e gestão de ativos digitais, é a mais nova integrante da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto). Fundada em 2019, a Parfin ingressa na ABCripto com a missão de colaborar com o desenvolvimento sustentável do ecossistema.


Bernardo Srur, diretor-presidente da ABCripto, destaca que a chegada da Parfin reforça o compromisso da Associação com a infraestrutura para o desenvolvimento da criptoeconomia. “Estamos muito felizes com a chegada da nova parceira que entra para trazer mais modernidade, inovação e tecnologia ao setor. A Parfin está comprometida com o desenvolvimento do mercado com uma infraestrutura segura e escalável. Além disso, a fintech busca de forma ativa novas possibilidades e modelos de negócio, que impactam efetivamente no modo como as pessoas executam suas operações financeiras", comenta Srur.


Para a Parfin, o ingresso na associação também representa um passo importante de reforço da marca e de potenciais negócios. “A ABCripto oferece a oportunidade de nos conectarmos com outros players do setor, compartilhar conhecimento, insights e contribuir para o desenvolvimento sustentável do mercado no país”, comenta Cristian Bohn, CSO e co-founder da Parfin.


Além disso, para o executivo, a entrada na associação amplia a visibilidade sobre o cenário regulatório, que é extremamente importante para a atuação da Parfin. "Podemos nos manter atualizados e participar das discussões sobre regulamentações, tendências e inovações que impactam o segmento, o que nos permitirá tomar decisões cada vez mais estratégicas. O mercado de criptomoedas tende a crescer e evoluir, abrindo portas para novas oportunidades de investimento, adoção e aplicação da tecnologia blockchain em diversos setores da economia. E a Parfin está pronta para guiar as instituições nessa jornada”, finaliza Bohn.

25 visualizações0 comentário

Comentarios


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page