top of page

Análise de dados baseada em Open Finance já é realidade na tomada de decisão de grandes empresas


open finance


Até fevereiro de 2024, foram registrados quase 43 milhões de pessoas no Brasil que compartilharam seus dados financeiros por meio do Open Finance, segundo dados do Banco Central e do Open Finance Brasil. Apesar de não ser um número tão expressivo quando comparado à população adulta do país, hoje com mais de 140 milhões de pessoas em idade ativa de acordo com o Censo Demográfico de 2022 do IBGE, os dados consentidos têm gerado impacto para grandes empresas que visam melhorar suas ofertas e serviços, tornando-os cada vez mais personalizados com as necessidades de cada indivíduo.

 

É o que contam os heads de crédito e novos negócios da Simplic, Vivo Money e banco BV, parceiros da klavi - empresa de inteligência de dados que utiliza principalmente dados do Open Finance e Open Data para suas soluções, durante o klavi Day, evento realizado em 25 de abril, no Coco Bambu JK em São Paulo. Para as três empresas, a análise de crédito é a principal utilidade dos dados gerados pela inteligência disponibilizada pela klavi.

 

“Nós conseguimos analisar que o comportamento do cliente no telecom, por exemplo, geralmente é semelhante ao comportamento dele com relação às finanças, ele paga as contas em dia, tem uma consistência na sua rotina financeira, o que nos mostra uma maior oportunidade de negociação e ofertas”, conta Daniel Varella, head de novos negócios da Vivo Money. 

 

Thaine de Souza, head de crédito da Simplic, comenta que o uso do Open Finance tem representado grande parte da tomada de decisão para aprovação de crédito para o público de baixa renda. “Nós fazemos testes A-B para saber o que vai funcionar com o nosso público, considerando um caminho com e outro sem os dados de Open Finance; tratando de rendas mais baixas, existem informações muito mais valiosas disponibilizadas pelo sistema para fazermos essa análise do que apenas o dado de uma negativação, por exemplo”, ressalta.

 

No caso do banco BV, o head de crédito Henrique Seije explica, nessa mesma linha, que não existe um único dado isolado que possa ser destacado entre toda a potencialidade das informações geradas pelo Open Finance, mas sim o conjunto e o cruzamento de cada número. “A captura de uma informação por si só não é garantia de sucesso, é preciso saber interpretar e dar uma utilidade àquela informação que vá gerar impacto, pois o Open Finance tem o poder de transformar as finanças e as oportunidades das pessoas”, comenta.

 

O cruzamento de informações permite, inclusive, um novo olhar para pessoas inadimplentes e profissionais autônomos. Isso porque o histórico de cada indivíduo torna-se muito mais relevante do que uma conta atrasada que gerou a inadimplência ou de uma conta PJ aberta recentemente. “Quando trabalhamos com a análise de renda verificada e renda estimada, novo produto que lançamos na klavi e já com cases de sucesso no mercado com o banco BV, por exemplo, conseguimos identificar a informação mais real possível sobre a renda de cada pessoa, dessa forma, pelo histórico, proporcionamos uma fonte de informações por meio do Open Finance que consegue gerar mais segurança para as empresas na hora de aprovar um crédito, independentemente da negativação”, afirma Bruno Chan, CEO da klavi.

 

O lançamento da Renda Verificada e Renda Estimada já proporcionou ao BV melhoria na mensuração do limite de crédito do cliente, proporcionando um aumento médio de 30% nos limites pré-aprovados e permitiu impactar o dobro da quantidade de clientes com os dados do Open Finance.

 

“Dessa forma, a partir dos dados comprobatórios sobre os impactos positivos do compartilhamento de dados, é fundamental criar estratégias para diminuir a fricção de consentimento do Open Finance, pois é um caminho transformador, tanto para pessoas físicas, quanto para CNPJ’s e financeiras”, ressalta Chan. O CEO ainda reitera que ao gerar o reconhecimento por parte do público sobre o valor do Open Finance e seus benefícios, mais pessoas e empresas estarão engajadas em prol de melhores oportunidades de crédito e financiamento, com menos risco. 

16 visualizações0 comentário

Commentaires


Post: Blog2_Post
crowdtech
bottom of page